quarta-feira, 11 de abril de 2012

eleven



Algumas datas ficam marcadas na vida da gente para que toda vez que nos depararmos com elas possamos relembrar o passado. Tenho muitas datas marcadas na minha vida, mas algumas sempre são um pouco mais lembradas. Como dizem: a primeira vez a gente nunca esquece. Primeira conversa, primeiro encontro, primeiro beijo... Momentos que acabam marcando números, uma data diante dos meses. Todo mundo tem a sua. Ontem antes de dormir fiquei pensando em o quê escrever, como escrever sobre o dia de hoje, mas logo adormeci e fui levada para o mundo dos sonhos...
Onze, dia 11, a simples menção desse dia já me enche de alegria. A lembrança do porquê minha vida se tornou no que é hoje, a recordação de um dia que mudou todos os próximos, acho que não é difícil entender o motivo de ter se tornado um dia tão marcante. Pensar nesse dia traz uma expectativa, como se o que houve naquele primeiro e mais importante dia 11 fosse renovado todos os meses. Com uma certa nostalgia, me lembro de cada detalhe, cada momento daquele dia. E sorrio em meio às lembranças e do simples significado desse número. Nada mais que um número, muito mais do que um número.
Pode não fazer muito sentido, mas é verdade. Quando chega o dia é como se tudo parecesse mais real olhado pela perspectiva da origem, mais um mês se passou e estamos aqui mais uma vez. A sensação é ótima, e pelo menos para mim, tudo faz sentido dessa maneira. Todo dia 11 é diferente do outro, sempre nos surpreendendo, sempre tão bem recebido. Bom dia 11, boa tarde 11, boa noite 11, meu amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário